Seguidores

sábado, 11 de abril de 2015

Maternal 2015: lição 02- Quando eu oro, o Papai do céu me dá amigos! (Davi e Jônatas)

Leitura Bíblica: 1 Samuel 18.1-4

Para guardar no coração: "Como é bom que o povo de Deus viva unido como se todos fossem irmãos!"   (Salmos 133.1)



Recursos Visuais: Davi e Jônatas










Maquete: Davi e Jônatas







Para colorir:







História Bíblica: 1 Samuel 18. 1-4

O rei Davi tinha um amigo muito querido chamado Jônatas antes de ser rei. Eles gostavam de conversar e passavam algum tempo brincando e andando pelo palácio onde seu amigo Jônatas morava. Davi tocava harpa para o pai de Jônatas, no palácio.

A profunda amizade entre Jônatas e Davi é surpreendente por uma série de razões. Primeiro, Deus escolheu Davi e não Jônatas (filho de Saul e príncipe de Israel) para ser o segundo rei de Israel. Segundo, o pai de Jônatas, Saul, sentia intenso ciúme de Davi e tentou repetidamente matá-lo. Terceiro, Davi era um indivíduo multitalentoso, muito mais popular com as massas do que Saul ou Jônatas.

Jônatas e Davi deviam ter sido pelo menos cautelosos um para com o outro, senão inimigos declarados. Contudo, eles foram capazes de superar esses obstáculos em potencial e construir uma amizade exemplar. Talvez a qualidade excepcional de sua amizade fosse à lealdade. Aquela lealdade estava fundamentada numa profunda devoção a Deus. Esse maior compromisso foi o que capacitou a amizade deles a não apenas sobreviver, mas crescer em tempos de confusão e conflito.

Você é um amigo para todas as horas? Você foge de relacionamentos quando as dificuldades surgem? Você defende um amigo sob ataque? Você pode regozijar quando os amigos são bem-sucedidos, ou se sente secretamente ciumento e magoado? Se seus relacionamentos humanos são fracos, examine a profundidade de sua lealdade a Deus. Você pode se surpreender com o que vai descobrir. Amizades maravilhosas são sustentadas pela lealdade.

Texto extraído do livro: 365 Lições de Vida Extraídas de Personagens da Bíblia, CPAD
Postar um comentário