Seguidores

quinta-feira, 9 de junho de 2011

O JARDIM DO PASTOR


Pastor, olhe seu jardim! Como está florido! ....

Tem flores de toda espécie; umas pequenas, outras médias, outras grandes; uma às vezes tão mirradas que até pensam que não fazem diferença a sua presença ou não nesse jardim; outras são viçosas, crescem rápido e se desenvolvem, porém são como urtigas que estão sempre incomodando e chamando a atenção; outras são como as rosas, belas e perfumadas, mas por sua vez têm espinhos agudos que às vezes machucam e até ferem e te levam a correr a um outro jardim, o jardim que Jesus sempre usou, o jardim da oração. Nos momentos mais importantes do seu ministério, Jesus buscou forças recorrendo a este jardim ...e foi bem sucedido.

Pastor, você é o jardineiro a quem Deus confiou esse jardim! Por isso louvamos ao Senhor!
Pastor, como cresceu o seu jardim! Você recebeu apenas algumas mudas, cuidou delas e as levou a crescer e a produzirem novas mudas.
Você como jardineiro, às vezes tem que podar algumas árvores e nem sempre é compreendido; há quem queira cobrar seus cuidados para com esse jardim. Às vezes para você se torna difícil, mas não impossível, porque existe um outro Jardineiro que está sempre ao seu lado, esperando em Seu jardim para que você lhe conte as alegrias e tristezas que as suas flores lhe têm dado e causado. O Jardineiro Supremo te renova as forças, tira as mágoas e as dores, para que você possa continuar a cuidar do seu jardim.
E vocês, família do pastor, também fazem parte dessa jardinagem e assim como ele, muitas vezes são feridos pelos espinhos das flores, porém o Jardineiro Invisível vem e cicatriza os ferimentos renovando as forças para continuarem unidos e lutando por esse jardim.
Pastor, louvamos ao Senhor por ser você o nosso jardineiro e rogamos ao Senhor do Jardim, que continue te sustentando e fortalecendo para continuar cuidando desse jardim e de outros que com certeza virão. Te amamos muito!
Postar um comentário